Falta de profissionais capacitados ameaça crescimento de mercados emergentes
Dois terços dos entrevistados planejam gastar mais tempo no desenvolvimento de lideranças

 

A 15ª Pesquisa Global CEO Survey, realizada anualmente pela PwC, aponta que crise de talentos está afetando os negócios em todo o mundo, sendo o desafio ainda maior em mercados emergentes. O resultado mostra que os investimentos para a capacitação de profissionais foram direcionados para economias desenvolvidas, cujo crescimento desacelerou. Agora, há a necessidade de alinhar o desenvolvimento de talentos com novas prioridades, como a ampliação dos negócios nos mercados emergentes. Para os CEOs, a falta de talentos é uma grande ameaça para o crescimento dos negócios. Grande parte deles disse que a falta de profissionais adequados já provocou o adiantamento ou cancelamento de um projeto, ou a perda de uma oportunidade de mercado ou os impediu de inovar de uma forma eficaz.

O estudo apontou também que o movimento para evitar um ‘crash’ já iniciou, e que os CEOs estão mudando as estratégias de gestão de talentos – dois terços dos entrevistados planejam gastar mais tempo no desenvolvimento de lideranças.

Para suprir essa escassez, as empresas estão fazendo parcerias com o governo e universidades, com foco no desenvolvimento de seu banco de talentos. Além disso, mais da metade dos CEOs entrevistados planeja movimentar seus profissionais de seu mercado de origem para novos mercados, com o principal objetivo de suprir a escassez de profissionais capacitados.

O setores em que a contratação de talentos é mais crítica, de acordo com os CEOs são:

 – Farmacêutico e ciências da vida (51%)
 – Seguros (49%)
 – Tecnologia (48%)
 – Healthcare (47%)
 – Automotivo (46%)

 

Fonte: Site RH Central, Junho 2012

Relacionados

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail