A maior motivação é dar significado ao trabalho

Quando trabalhava como diretor de marketing de O Boticário, muitas vezes, principalmente quando as circunstâncias estavam difíceis, ia dar uma volta pela fábrica. Ficava olhando as pessoas na linha de produção e dizia para mim mesmo: “Preciso fazer com que o frasco deste perfume, que está passando agora pelas mãos daquela operária, seja vendido. É minha obrigação, pois vendendo esse frasco estarei garantindo o seu emprego que por sua vez garantirá o pagamento das suas contas, a continuidade dos seus filhos na escola, a compra da sua casa própria, etc.” Em pouco tempo voltava a compreender o sentido do meu trabalho: vender e gerar empregos. Retornava mais animado para enfrentar as dificuldades do dia a dia.

Patrões reclamam da falta de mão de obra, que seus funcionários ficam pouco tempo no emprego, que são mercenários e trocam de empresa, muitas vezes por diferenças insignificantes. Com certeza, perdem colaboradores porque se esquecem de valorizar um dos maiores motivos do trabalho – o significado da ação laboral.

Aquele que realiza um trabalho de forma trivial não tem ideia do quanto a sua ação significa para o contexto geral, para a empresa e para a sociedade. O ato de cuidar da manutenção de uma máquina, ajudar na embalagem de um produto ou preparar um procedimento médico pode significar o sucesso ou o fracasso de uma empreitada.

Cristo estava certo ao cunhar a parábola dos três obreiros que talhavam pedras. Para um, era apenas empilhar pedras, para outro a construção de uma parede e para aquele que entendia que estava construindo uma catedral o significado era imenso.

De vez em quando faça com que aquele que trabalha com você enxergue o quanto a sua tarefa é significativa. Faça-o perceber a importância daquilo que realiza na sequência dos processos e no acabamento final da obra. Faça-o ver que sua colaboração, por mais modesta que seja, ajuda a manter o emprego de todos e produz benefícios indiretos à sociedade. Estimule por meio de palavras e ações a se engajar na causa da empresa. Trabalhamos com mais entusiasmo quando sabemos o porquê do trabalho a ser realizado. Quando um funcionário percebe o quanto aquilo que produz é reconhecido e tem significado, sua auto-estima aumenta e ele nem pensa em mudar de emprego.

Fonte: Portal Amanhã, 28/11/2012

Relacionados

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail