Consultores dão dicas de como estruturar um PCS eficaz
O Plano de Cargos e Salários é um conjunto de regras definidas pela empresa que vão normatizar o estabelecimento dos salários de seus profissionais conforme os cargos por eles ocupados. Um dos grandes benefícios de um PCS bem estruturado é manter a empresa atrativa para a mão-de-obra qualificada.

O Plano também garante justiça salarial aos trabalhadores da organização e deixa claro ao profissional o que ele deve fazer para progredir no local de trabalho, gerando motivação. Abaixo, consultores dão dicas de como estruturar um PCS eficaz.

Para Regina Carmeli Sabino Pinho, que desenvolve projetos de reestruturação empresarial há 30 anos, um bom Plano de Cargos e Salários é aquele que faz com que a organização desenvolva o seu negócio de maneira efetiva. “O salário tem alto custo para a empresa devido aos encargos sociais. No PCB, as empresas devem buscar a integração da remuneração fixa (salário) com a variável, ou seja, aquela que realmente permite à empresa alavancar os seus indicadores. Um bom plano, reforça a remuneração variável e minimiza a fixa”, explica a consultora.

Segundo Romeu Huczok, da Leme Consultoria – atuante na área de estratégia empresarial, antes de elaborar sua estrutura salarial, a empresa deve levar em consideração alguns critérios importantes. “As tabelas de salários devem levar em conta a hierarquia dos cargos, pesquisas de mercado, o ramo do negócio e sua competitividade, a estratégia empresarial, a relação do custo da remuneração com a rentabilidade do negócio, a idade média e o nível de maturidade salarial dos colaboradores x o tempo para a aposentadoria”, sugere Romeu.

Regina Pinho, palestrante da Hydra – Educação Empresarial e Eventos, também ressalta a importância da Classificação Brasileira de Ocupação, a CBO, na estruturação do Plano de Cargos e Salários de uma empresa. “A CBO nos traz resumos de cargos e suas principais funções. Quando a empresa realiza a descrição de seus cargos, ela deve associar aquele cargo à CBO, identificando numericamente para o Governo a equivalência das nomenclaturas”, esclarece Regina, que ainda reforça: “uma boa descrição de cargos é indispensável para a estrutura hierárquica da empresa”. 
Sobre as etapas indicadas para a implantação de um Plano de Cargos e Salários,Romeu Huczok sugere: “as principais são o planejamento, o mapeamento dos cargos e funções, a descrição dos cargos e funções, a avaliação desses cargos e dessas funções, a pesquisa salarial e de benefícios, a elaboração da tabela salarial e a política de administração do PCS/Remuneração”, lista Romeu.

Vale destacar também a importância de incluir no planejamento do PCS um plano de treinamentos fundamentais para cada cargo estabelecido. Seriam cursos, palestras ou oficinas previstas para serem aplicadas durante determinado período a fim de desenvolver no profissional as competências indispensáveis de sua função.

O que é importante considerar:

– A hierarquia dos cargos
– O valor dos salários no mercado
– O segmento de atuação da empresa
– A estratégia empresarial
– A qualificação dos profissionais
– As pesquisas de mercado
– O resumo de cargos e funções da CBO 
– Um plano de treinamentos para cada cargo estabelecido
– A idade e o nível de maturidade salarial dos colaboradores
– O tempo dos trabalhadores para a aposentadoria
– A legislação trabalhista
– A remuneração variável

 

Fonte: Portal Remuneração

Leme Consultoria

Treinamentos Abertos
e In Company
Procure no Site da Leme
Selecione um Idioma
Rua Curitiba, 65 - Pq Erasmo Assunção Santo André - SP | Fone: (11) 4401-1807
E-mail: contato@lemeconsultoria.com.br
Empresas do Grupo AncoraRh