Insights da live Gestão do Desempenho Ágil | Leme Consultoria

Principais insights da live Gestão do Desempenho Ágil

gestão do desempenho ágil


Rogerio Leme, Elsimar Gonçalves e Renan Sinachi falaram sobre a Gestão do Desempenho Ágil em uma live no mês de novembro. Separamos os principais insights dessa conversa para você. Confira abaixo!

por Maíra Stanganelli / CMKT Leme | 19/11/2019


▶ Em 13 de novembro, realizamos a live “Gestão do Desempenho Ágil: sua organização está preparada para 2020?”, que foi conduzida por Rogerio Leme. Este bate-papo contou também com as presenças de Renan Sinachi e Elsimar Gonçalves, que trouxeram um pouco da história do surgimento dos métodos ágeis, reflexões sobre a aplicação em empresas com gestão clássica e startups e responderam aos questionamentos feitos ao longo da apresentação.

Hoje, fizemos um compilado com os principais insights extraídos desse bate-papo e elencamos abaixo para você. Confira!

1 – O RH Ágil é a otimização da performance da empresa para que as respostas venham de forma mais rápida. Isso implica em desburocratização, redução de processos e identificação do que é crucialmente importante.
2 – É necessário um momento de transição entre a gestão tradicional para a Gestão Ágil, pois essa mudança não acontece do dia para a noite.
3 – A implementação da Gestão Ágil é uma mudança de cultura e não de processos. Simplificar processos é importante também, mas a gestão ágil contempla outras ações além da desburocratização.
4 – Avaliação de Desempenho não é Gestão do Desempenho. A Avaliação é um caminho para chegar à Gestão do Desempenho.
5 – Ações de curto prazo para atingimento de metas de longo prazo ajudam a promover a “vantagem da felicidade”, de forma que os colaboradores consigam trabalham mais, melhor, mais felizes e sendo mais produtivos.
6 – A Gestão do Desempenho Ágil é a capacidade de reduzir o período de análise do desempenho do colaborador e isso não deve acontecer com o aumento da frequência de avaliações.
7 – O líder deve atuar cada vez mais próximo de sua equipe, para acompanhar a evolução de cada ação programada (sprint).
8 – Indicadores são excelentes motivadores para o C-Level e, para os colaboradores, o engajamento e a motivação estão no propósito.
9 – Agilidade é incompatível com perfeição. E a falta da perfeição não é sinônimo de irresponsabilidade.
10 – Não podemos mais confundir “devolutiva da avaliação” com “feedback”. O feedback precisa ser contínuo, pois é justamente onde acontece a Gestão do Desempenho.
11 – O RH não pode ser o centralizador da Gestão do Desempenho e sim, ser o apoiador do processo.
12 – O modelo “totalmente ágil” não funciona para todas as empresas. Entretanto, as empresas tradicionais podem ser ágeis dentro das limitações que o seu negócio impõe.
13 – É necessário desenvolver equipes e gestores para a cultura do Método Ágil e a Leme pode ajudar nisso. No formulário abaixo, você pode fazer a sua solicitação de visita.
14 – Implantar metodologia de Gestão do Desempenho Ágil não deve ser confundido com implantar uma metodologia precipitada de Gestão do Desempenho.
15 – Setor público também pode implantar métodos ágeis, pois o foco é a simplificação dos processos e, neste caso, naqueles nos quais há governança e oportunidade para agir.


Em linhas gerais: Gestão do Desempenho Ágil exige mudança de cultura na organização, independentemente do porte, segmento, se pública ou privada. Deixar de executar alguns processos como os de uma empresa tradicional não vai caracterizar a organização como “ágil”. O que precisa começar a ser feito é determinar ações de curto prazo para o atingimento das metas, mesmo que de longo prazo, utilizando OKRs, acordos, sprints. É muito mais fácil promover ajustes em períodos menores, afinal, se há algo que é preciso resolver, essa situação é resolvida na hora e os resultados aparecem mais rapidamente também.

Para isso, é necessário implementar alguns recursos, tais como a cultura do feedback do dia a dia e as Trilhas de Aprendizagem. A aproximação de líderes e liderados é fundamental nesse processo de mudança de mindset para o Modelo Ágil.

Para assistir à live completa, bem como a seção de perguntas e respostas, acesse este link. ◼




LINKS RELACIONADOS:

O que a Gestão do Desempenho com Método Ágil tem a ver com felicidade?

Conheça o curso da Leme que transforma chefes em líderes

Protagonismo na educação e os reflexos no mercado corporativo



Licença Creative CommonsEste material está licenciado pela Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional. Permitida a reprodução do artigo desde que citada a fonte e/ou link. Contate-nos para autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em lemeconsultoria.com.br/faleconosco/.



Acompanhe em primeira mão as novidades da Leme Consultoria e receba notícias, materiais especiais, descontos em treinamentos e muito mais. Clique aqui e faça o seu cadastro!
COMPARTILHE:

 

 

 

FacebooktwitterredditpinterestlinkedinmailFacebooktwitterredditpinterestlinkedinmail